Por que o Brasil é o país do futebol? Conheça essa história!

Ainda que de origem britânica, o Brasil ganhou o título de “país do futebol”, isso devido à paixão que o esporte despertou no brasileiro e a facilidade com qual ele se tornou parte da cultura do nosso país. A identidade brasileira é marcada por diversas expressões, tanto na música, na culinária como o próprio carnaval, por exemplo. Justamente, o futebol entrou para essa lista, que se destacou tanto aqui, como no exterior. Hoje em dia, é raro encontrar alguém que não coloque o futebol como parte do nosso cotidiano e da nossa cultura. 

Mas afinal, porque o Brasil se consolidou como o país do futebol? 

Há quem diga que esse título foi dado ao Brasil em 1970, após o tri, mas existem aqueles que dizem que essa expressão já era usada bem antes disso, essa sempre será uma discussão sem fim, certo ou errado. Mas o fato é que, o futebol brasileiro começou a chamar atenção lá fora, quando os dribles e as técnicas dos jogadores passaram a ser notadas e, consequentemente, elogiadas no exterior, o que levou a uma grande rivalidade entre seleções, principalmente entre os países da América Latina. 

A história do futebol dentro do país é cheia de marcas, tanto positivas quanto negativas. A chegada da modalidade ao Brasil, que aconteceu em 1894, quando Charles Miller, considerado o pai do futebol brasileiro, chegou da Europa trazendo consigo algumas bolas e regras para serem aplicadas. O jovem inglês apresentou o futebol aos brasileiros, mas não todos, na época, somente pessoas de pele branca jogavam. A introdução de pessoas negras e imigrantes só ocorreu mais de 20 anos depois, em 1920. Quando essa aceitação ocorreu, o esporte se popularizou, ganhou ritmo e passou participar e conquistar campeonatos, o futebol brasileiro passou a ter mais visibilidade de investidores e olheiros. 

Durante essa mesma época, o futebol se tornou uma ferramenta para amenizar tensões, tanto políticas, como econômicas, não apenas no Brasil, como em outros países do mundo, o que deu ao esporte a bandeira de modalidade inclusiva e de oportunidades para muitas crianças e jovens, sobretudo as mais carentes, além de conectar pessoas por amor ao time do coração. 

O amor, a dedicação e a habilidade do brasileiro se tornaram referência para diversos países, sobretudo, com as jogadas e dribles, que deram ao Brasil o nome de “futebol mágico” e título de “Rei” ao então jovem, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, além de colocar em evidência a outras diversas estrelas do futebol brasileiro, como o Garrincha, Sócrates, Zico, Ronaldo, Marta e tantos outros que se tornaram grandes lendas, contribuindo para que o Brasil se tornasse destaque nesse esporte. E devido à grande habilidade desses atletas, a ideia de que o Brasil é o país do futebol deixou de ser apenas uma chamada comercial e passou a ser uma realidade dentro e fora dos campos. 

No Clube Mogiano também existem fenômenos do futebol como, a Thaisa S. Esperança, José Luiz Guerreiro (Zélo), Moacir Genuario (Moacir Goleiro), Luciano Bridi e o Mauro José Mestriner (Mauro Goleiro). São alguns dos grandes amantes e praticantes dessa modalidade que encanta e inspira a tantas pessoas mundo afora. Gostaríamos de homenagear estes associados, não apenas como atletas do nosso clube, mas também como parte dessa paixão e desse esporte tão importante para o desenvolvimento social do nosso país, da nossa cultura e do nosso cotidiano. 

Parabéns a todos os atletas e viva o futebol!